Fale como um japonês nativo

5 maneiras de dizer “obrigado” do jeito certo em japonês


Além do famoso Arigatou há várias formas de dizer obrigado em japonês! Cada maneira com uma nuance diferente que vai te deixar mais fluente em japonês. Pronta para mais um aprendizado na língua japonesa? 

“Arigatou”. Pronto, acabou-se o texto.

Calma, jovem padawan. Você que nos acompanha sabe o quanto a gente do KOTOBÁ valoriza a fluência na comunicação japonesa e como cada situação pede uma maneira certa de dizer um simples “obrigado” no japonês.

Como no texto anterior falando das 10 maneiras de falar “eu” em japonês (e como influencia na construção da sua imagem no ambiente). Se você quer falar japonês como um nativo, vai saber como usar a palavra certa em cada situação como por exemplo o Keigo 【敬語】que já é um assunto para o próximo texto.

Obrigado em japonês vai muito além de uma palavra solta. Expressar gratidão é uma das primeiras expressões a ser aprendida numa língua. Aposto que você consegue falar em uns 5 idiomas, pelo menos. Minha mãe me ensinou que é uma “palavra mágica” e de fato fortalece o laço com uma pessoa que conhece a pouco. É uma maneira de demonstrar respeito, o curvar da cabeça, que o relacionamento se estreita e é nutrida.

A música deles “Thank you” (Home Made Kazoku) é sensacional

E como uma bela de uma palavra japonesa, o “obrigado” em japonês carrega uma boa filosofia de vida por trás da sua origem. A cereja do bolo fica para o final.

“Mas Hiro, em qualquer idioma é assim. Tem a maneira mais educada e mais informal de dizer as coisas”

Concordo. E no Japão, essa educação vai além do que você imagina. É por isso que quando alguém imita o esteriótipo japonês ele fica curvando a cabeça. É por isso que, mesmo estando fora do Japão, o mestre é chamado de Sensei quando se aprende artes marciais.

Veja também:  8 expressões essenciais para a vida no Japão

Se procurar palavras antigas da era Heian 【平安】, vai encontrar dezenas de palavras que expressa gratidão. Nesse texto, vou abordar 5 maneiras de dizer “obrigado” em japonês que você vai ouvir assim que descer no aeroporto de Narita e provavelmente usará um dia.

Arigatou gozaimasu 【 ありがとうございます 】

Esse é o clássico. Um Arigatou na forma mais educada. Obviamente, tem que ter respeito para todo mundo, mas quando for falar com uma professor da universidade ou o chefe do trabalho, você deve explicitamente usa-la. Isso é usado quando você fala com alguém “acima” de você que em japonês é chamado de me-ue-no-hito【目上の人】. Pessoas mais velhas ou pessoas mais veteranas que você, até o famoso Senpai 【先輩】.

Aquela coisa de levar o terno na formatura: na dúvida, erre para cima. Caso não sabe se deve falar ou não, jogue um arigatou-gozaimasu que depois não vai ter o que corrigir.

Azassu!【 あざっす! 】

Aposto que você não sabia dessa, mas era o que mais usa normalmente. Inclusive eu quando morei por lá. Essa versão do obrigado em japonês é a encurtada do Arigatou-gozaimasu. Já sabe que japonês gosta de usar diminutivo das palavras né?

Essa você vai usar no dia-a-dia, mas quando precisa soltar um agradecimento “educado”. Por exemplo, vai jogar futebol com o time dos Senpais. Um deles te passou o oniguiri 【?】do almoço, é algo tranquilo, mas é bom agradecer. É ai que tu solta um Azassu. Imagina que tá usando uma exclamação no final!

É também considerado algo usado por jovens. Vejo mais nos Saakuru【サークル】 (vem de “circle”) das universidades que é um clube de atividades do pessoal com mesmo interesse, principalmente em times de esportes como basebol.

Veja também:  5 melhores livros do Japão para você ler em português

Arigatou【 ありがとう 】

Esse é o clássico. Graças ao compadre Washington. Digo… Arigatoh, oh, oh, oh! Sayonara ah ah ah…

Essa é a forma de agradecer sem transformar na forma educada. Ou seja, que não são senpais ou mais velhos. Esse obrigado em japonês tá valendo para amigos, colegas da mesma idade e para membros da família também. Pelo menos hoje em dia.

O teu brother trouxe uma bebida para você também? Vai um arigatou.

Doumo 【 どうも 】

Na verdade, doumo é um intensificador, usando doumo arigatou gozaimasu que é uma forma mais educada ainda de agradecer. Como se fosse um azassu usado por homens mais velhos.

A diferença é que, ele não é usado de jeito nenhum de forma educada. É que quando você fica mais velho, só usa o japonês na forma educada todas as horas, principalmente no ambiente de trabalho. Ou seja, é um obrigado do cotidiano do ambiente de trabalho usado por homens mais velho. No geral é isso.

A sensação é estar dizendo “valeu!”.

Específico de mais? Imagine um dorama policial do Japão. Ou um dorama de uma indústria japonesa. É doumo para lá e para cá, até no piquenique do hanami 【花見】da empresa.

Quando estava trabalhando como interprete, num momento mais calmo como na hora de transito e um staff me oferecia uma balinha, era o que falava. É a versão do obrigado em japonês eu mais uso.

A propósito, ele é mais usado como um comprimento que agradecimento. Tipo “opa” ou “e ai?”.

Sumimasen 【 すみません 】

Sabe quando você chega na casa da amiga, a tia é super gente fina e traz até um cafezinho com biscoito? Ai você até sem jeito mais agradece… Se prepare que no Japão a galera é extremamente educada (até nesse bom sentido) então nunca vai faltar um cha-gashi 【茶菓子】, uns docinhos para acompanhar o chá.

Veja também:  Guia do Kanji para iniciantes e por que você deve começar a amá-lo

Quando você agradece se sentindo um pouco envergonhado, por causar “trabalho” , você joga um sumimasen.

Ele usa quando você se desculpa. Então é como se tivesse se desculpando (pelo trabalho causado) e ao mesmo tempo agradecendo por isso. Profundo, né?

Extra: Arigatashi 【 ありがたし 】

Uma curiosidade que achei legal de compartilhar. A origem do arigatou.

Ele vem da palavra Arigatashi 【 有り難し 】, que significa, difícil de acontecer.

Ari 【有り 】+ Gatashi【 難し 】 = “Ter” + “difícil”

Ou seja, algo difícil de acontecer.

Antigamente, mesmo nos tempos difíceis, quando alguém fazia alguma gentileza às outras pessoas, eles diziam que era algo difícil, algo raro de acontecer. Valorizava e aplaudia esse ato bondoso e demonstrava a gratidão dessa forma muito antes de ter uma palavra Arigatou.  Para mim, é como tentasse enxergar o lado mais bonito do ser humano. É bonito isso.

Depois de saber essa origem, mudou a minha forma de enxergar um simples “obrigado”. E você?

Parabéns! Ao ler esse texto, você acaba de aumentar 1 nível de expressões na sua fluência 🙂
Expressão
100%
 

Gostou? Junte-se a mais de 1400 estudantes inteligentes de japonês e receba atualizações de artigos e dicas imperdíveis para melhorar a sua fluência no japonês!

 

Ah, compartilhe e ajude este artigo chegar às outras pessoas. Fará uma GRANDE diferença para mim. Arigatou 🙂

Nipobrasileiro arretado de Recife. Fundador do Kotobá – Japonês Simples! Acredita que a mudança vem pelo empoderamento das pessoas. Gosta de café, livros e passear de skate.

  • Gabriela Machado

    Gostei bastante do texto ^^ Mas senti falta do “Sankyu”, a versão em Katakana para Thank You. Acho que entra no mesmo nível do Azassu? Aliás, nunca ouvi falar desse. E tinha também “ooki-ni”, se não me engano é específico de um dialeto. Só sei que eu ouvia ela no Dorama Carnation o tempo todo!

  • Hiro Miyakawa

    Massa Gabriela! Ookini é bacana, é do dialeto de Kansai. Não é algo usado em nível nacional, mas quem for para lá com certeza acabará escutando além de outras palavras bem específicos daquela região.

    “Sankyuu” talvez seja usado por jovens ainda, não sei se estão usando legal no dia-a-dia. Bem lembrado.

    “Azassu” é o bizu para pegar a fluência na língua. É uma palavra que “só os fortes entendem” 🙂

  • Sirlei Júnior

    Muito bomm, parabéns, esse Arigatashi realmente deu um sentido muito mais profundo ao arigatou agora

  • Japonês é bem bonito, né? É legal a gente conhecer a origem de algumas palavras ou kanjis do Japonês. Chega a ser poético 🙂