Fale como um japonês nativo

8 expressões essenciais para a vida no Japão


Ultimamente tenho pensado muito nas expressões que uso no meu dia a dia, sejam elas em português, inglês ou em japonês. Não apenas o que elas representam e significam literalmente mas sim o que elas carregam junto com elas como o senso de obrigação social e até mesmo o bem estar ao usá-las.

Quando meu interesse se acendeu comecei a tentar perceber o “estado” em que a pessoa estava quando usava algumas dessas expressões. Cheguei à conclusão que muitos falam e dizem coisas sem sequer estarem pensando naquilo, algo como um estado hipnótico da mente, sem pensar muito sobre, simplesmente fazer ou dizer. Embora interessante, esta reflexão me levou para outro caminho, me levou a pensar nas expressões mais usadas pelos japoneses no dia a dia.

Separei 7 (+1) expressões simples e fáceis que vão te ajudar a se infiltrar na cultura japonesa como um bom ninja que espreita silencioso na penumbra de uma noite de fria inverno. Dito isso porque não começarmos com um “bom dia”?

Ohayougozaimasu! おはようございます!

Todo bom estudante de japonês e todo bom espectador de anime já deve ter escutado o famoso bom dia dos japoneses. Usado no turno matutino, ohayougozaimasu quer dizer “bom dia”. Podemos escutar também as pessoas usando apenas o “ohayou”, no entanto não é com qualquer pessoa que você pode usar, afinal de contas o idioma nipônico é um dos mais educados. Por causa disso sempre acrescentar o “gozaimasu” para pessoas mais velhas, no trabalho e para aqueles a quem você deve respeito. Com amigos e familiares é bem possível que você escute apenas ohayou.

Ohayou pra você que acordou pensando no café!

Ittekimasu & itterasshai
いってきます &  いってらっしゃい

Como todo bom ninja, você precisa fazer bons combos. Essas duas expressões sempre vem uma atrás da outra, mas o que elas querem dizer? Usados quando um vai sair de casa, basicamente “ittekimasu” quer dizer “estou saindo” e “itterasshai” seria uma resposta que indica que a pessoa está ciente que você está de saída. Algo como “tudo bem, escutei” ou “tô ligado”, mas não há uma tradução exata. De uma forma mais literal, ittekimasu quer dizer “estou indo, mas volto” ou “vou e volto”.  Mas como falei lá no começo do texto, tenho visto muitos usarem estas duas expressões sem nenhum tom literal, sem pensarem muito no que estão dizendo, mas sim com a ideia do conceito que elas trazem.

“Mãe to indo trabalhar! Sou piloto de avião!”

Tadaima & okaerinasai
ただいま & おかえりなさい

Mais um combo para aperfeiçoar a nossa técnica! Em contraponto às últimas duas expressões, temos tadaima e okaerinasai. Em português podem ser traduzidos como “cheguei, estou em casa” e “bem vindo” respectivamente. Exemplo do cotidiano: você mora com seus pais, você sai de casa pela manhã para ir à escola e passa o dia fora, quando você chega em casa e abre a porta o que você faz? Dá um pequeno grito dizendo “tadaima” que eles irão te responder com okaerinasai. Claro que o nível de intimidade e respeito dentro da família varia bastante, então é comum ver que os pais respondem com apenas “okaeri” retirando o polido indicado pelo “nasai

Se tem alguém que entende o conceito de tadaima e okaeri é o cachorro!

Itadakimasu & gochizousamadeshita
いただきます & ごちそうさまでした

Já perceberam que temos várias duplinhas nesta lista em? Podemos explicar isso com base no fato de que o Japão é um país antigo e com muitas tradições e cerimônias. Claro que naturalmente algumas exigem resposta ou fechamento. Diferente dos dois últimos combos, este aqui não pede uma resposta e nem uma outra pessoa, mas sim um fechamento. Itadakimasu é o que se diz antes de começar a comer, como café da manhã, almoço e janta. É um agradecimento por receber aquela comida. Esta é uma das expressões que mais desconfio de o quanto as pessoas vem agradecendo ou apenas usando a expressão porque deve ser usada. Seu fechamento seria: gochizousamadeshita. Podemos definir este “palavrão” (palavra grande) como “estou satisfeito” ou com o bom e velho “tô de barriga cheia”. É importante dizer não somente porque você está satisfeito, mas sim porque é importante para quem cozinhou escutar!

Kobe Beef!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! いただきます!!!!!!!!!!!!!!

Extra: +1?

Deixei para o final talvez a expressão/palavra mais funcional que eu já tive que usar nos meus anos de estudos e se bobear junto com “dozo” é a palavra que eu mais usei. Talvez para alguns não seja, mas dificilmente encontro alguém que domine os diversos usos desta palavra de forma correta, e qual palavra seria? すみません! (sumimasen).

Sumimasen すみません

Sem combo para sumimasen, acredito que seja a palavra mais funcional e prática do idioma japonês quando falamos da subjetividade encontrada nas expressões. Comumente escutamos que sumimasen quer dizer “desculpe”, mas vai muito além disso, muito além desse simples significado como podemos ver a seguir:

Com licença: Você está no Japão querendo encontrar um local específico. Você então resolve perguntar a alguém como chegar, mas como perguntar? Começando com sumimasen é a sua resposta! Neste caso, ele tem o tom de “com licença,…”. É sempre a melhor e mais educada forma de abordar alguém na rua.

Desculpa: Digamos que você já perguntou para alguém como chegar. Você começa a caminhar e acaba tropeçando e empurrando levemente uma pessoa, o que você diz então? sumimasen é claro. Uma forma leve de se desculpar com alguém por um certo incomodo que você causou.

Com licença/desculpa: Continuamos na nossa caminhada para encontrar nosso destino. Nos deparamos com duas senhoras conversando em frente ao nosso caminho por onde queremos passar. Resolvemos pedir licença e desculpas porque estamos interrompendo a conversa, então dizemos: sumimasen! Assim como alguém que entra em uma sala de reunião (aonde a reunião já começou) ou em uma sala de aula (em que a aula já começou) a pessoa diz “licença, mas desculpa por atrapalhar” condensados em sumimasen.

Obrigado: Talvez de todos os usos seja o mais sutil, mas o mais difícil de se dominar. Durante nosso destino pedimos a um amigo para nos ajudar e queremos agradecer a ele por isso. Sabemos que ele está disponibilizando o tempo dele para nos ajudar. Agradecemos pela sua disposição e nos desculpamos por dar trabalho a ele. Algo como “obrigado e desculpe pelo incomodo”.

Foi mal bicho!

Agora você já pode começar sua infiltração na cultura japonesa. Com a prática e a sabedoria de um ninja do nosso clan você pode continuar a crescer! Me conta nos comentários qual dessas é a expressão que você mais gosta. Aproveita e me diz se você quer saber mais sobre alguma expressão que não tá no texto!

Parabéns! Ao ler esse texto, você acaba de aumentar 1 nível de conhecimento 🙂

Proficiência
100%

Gostou? Junte-se a mais de 1300 estudantes inteligentes de japonês e receba atualizações de artigos e dicas imperdíveis para melhorar a sua fluência no japonês!

 

Ah, compartilhe e ajude este artigo chegar às outras pessoas. Fará uma GRANDE diferença para mim. Arigatou 🙂

 

Psicólogo de formação, Já morou em Argentina e Chile mas foi na cultura Japonesa que se apaixonou. Co-fundador do canal culinário e cultural, Japa na Chapa. Tem como autor favorito da literatura japonesa Yasunari Kawabata.