Novidades

Como estudar no Japão de graça


Estudar no Japão de graça é o seu sonho. Isso pode ser mais simples do que você imagina! Conheça quatro tipos de bolsas que são oferecidas pelo governo japonês.

Quando eu comecei a estudar Japonês na escola eu queria muito ir passear no Japão. Conhecer as cidades famosas como Kyoto, Osaka até mesmo a capital Tokyo e poder conversar com os japoneses tranquilamente, mas durante o curso eu comecei a escutar histórias sobre bolsas de estudo e trabalho pra ir morar no Japão. Achei muito bacana a ideia, mas ninguém sabia me explicar direito como funcionava ou que tipos de bolsas existem para aqueles que não são descendentes como eu (Normalmente tem mais oportunidade para quem é descendentes). Você que está com uma dificuldade parecida comigo há alguns anos, aqui estou eu para lhe ajudar.

Atualmente existem quatro programas de intercâmbio para brasileiros não descendentes, mas desta vez vamos falar sobre as bolsas oferecidas pelo governo japonês através do ministério da educação, esporte, ciência e tecnologia (MEXT) que estão para abrir.

Há vários níveis: De nível técnico a doutorado. Veja quais são os programas que mais se encaixa para você.

Baixe gratuitamente o ebook Lista Completa de Kanji JLPT N5

Nível Técnico

Essa bolsa é pra você que está saindo da escola, tem entre 17 e 21 anos e já quer se inserir no mercado de trabalho estudando e trabalhando. É uma bolsa que visa de fato a pratica e por isso as áreas disponíveis são em sua maioria de exatas. Uma grande oportunidade para quem quer trabalhar como engenheiro ou arquiteto. Mas, a parte boa mesmo vem agora: a bolsa tem duração de 4 anos. Sendo um ano dedicado ao aprendizado de japonês. Você vai estudar japonês no Japão e ainda vai fazer o curso técnico que você queria.

Veja também:  Site novo no ar!

Regulamento.


Graduação

Surpreso? Eu também fiquei quando fiquei sabendo que o governo japonês da essa boa oportunidade para o brasileiro de fazer uma boa graduação acadêmica no curso que você quiser sem custos e ganhando dinheiro. A faixa etária também fica entre os 17 e os 21 anos de idade e a duração da bolsa é a mesma duração de m curso superior aqui no Brasil, 5 anos.

Por ter que fazer o vestibular no nível padrão dos Japas (cai até limites e derivadas) não é uma bolsa que é muito procurado pelos brasileiros. Se você se garante principalmente em matemática, talvez seja uma oportunidade.

Regulamento.

Já fica a dica de uma boa universidade =)

Curso Profissionalizante

E quando você pensou que não poderia ficar melhor, então vem o curso profissionalizante. Como o nome sugere, o curso é pra se especializar em uma área especifica e aprender japonês. Dos 3 anos de bolsa de estudo que eles disponibilizam 1 ano é dedicado ao estudo da língua japonesa.

Regulamento.

Já pensou? Fazer um curso sobre cultura e aprender como fazer sushi!

Pesquisa (Pós-Graduação)

Quando decidi me aplicar pro MEXT eu ia completar 22 anos e essa foi a única bolsa na qual eu pude me inscrever. Esse programa já é para aqueles que terminaram a graduação e pensam em fazer mestrado ou doutorado e seguir uma carreira acadêmica. A bolsa se aplica a todo brasileiro que tem até 34 anos de idade. O bom da bolsa é que pode ser em qualquer área desde que seja a mesma do seu curso superior. E sim, você tem 6 meses para estudar japonês tranquilamente.

Normalmente é a bolsa mais procurada pelos brasileiros. Talvez pela idade dos candidatos, que já são mais maduros e sabem o que quer conseguem se arriscar. Ao meu redor, conheço várias pessoas que se candidataram incluindo quatro que conseguiram.

Veja também:  Aula 4: 5 dúvidas mais comuns sobre JLPT | JLPT DEMISTIFICADO

Regulamento.

Já pensou em morar na mesma cidade que o Kenshin?

Extra: Outros programas.

Existem outros três programas que oferecem bolsa para o Japão. O programa da Fundação Japão, o do JET e o da Ciência sem Fronteiras.

Os programas da fundação promovem interação cultural, desenvolvimento de professores e relações internacionais.

O JET promove um intercambio de trabalho para brasileiros que são fluentes na língua japonesa e querem trabalhar com as prefeituras japonesas.

O Ciência sem Fronteiras que promove doutorado para aqueles que desejam fazer suas pesquisas no Japão. O programa do governo brasileiro parece que está parado, por enquanto. (Se você souber alguma novidade, deixa ai nos comentários!)

Takeaways

  • Há várias oportunidades para jovens de até 21 anos, pouco concorrido.
  • As mais procuradas são para pós-graduação, por estar no tempo certo para muita gente.
  • Aproveita os textos do KOTOBÁ para estar fluente quando chegar ao Japão. Você já sabe falar “eu” do jeito certo, por exemplo?
Tenho certeza que você pensou em dar um pulinho aqui que eu to ligado.

E ai, o que você achou das oportunidades de estudar no Japão?  Vamos nos preparar para as inscrições? Elas normalmente começam em maio e junho, mas é só ficar ligado no Kotobá que vamos te avisar assim que o governo japonês anunciar as datas. Diz nos comentários o que você achou das bolsas de estudos e pra qual você pretende se aplicar e se quiser saber mais sobre elas deixe sua pergunta! ありがとうございます!

Parabéns! Ao ler esse texto, você acaba de aumentar 1 nível de cultura na sua fluência 🙂
Cultura
100%

Gostou? Junte-se a mais de 1100 estudantes inteligentes de japonês e receba atualizações de artigos e dicas imperdíveis para melhorar a sua fluência no japonês!

 

Ah, compartilhe e ajude este artigo chegar às outras pessoas. Fará uma GRANDE diferença para mim. Arigatou 🙂

Psicólogo de formação, Já morou em Argentina e Chile mas foi na cultura Japonesa que se apaixonou. Co-fundador do canal culinário e cultural, Japa na Chapa. Tem como autor favorito da literatura japonesa Yasunari Kawabata.

  • Renan Mendes

    Olá, gosto muito dos seus posts 😛
    Você sabe me dizer se as bolsas pra graduação são muito “pesadas”? Iniciei a graduação há 1 ano(tenho 19 e faço 20 esse ano), portanto só vou poder tentar em 2017 e 2018 né(faço 22 no fim de 2018)?
    Eu tinha muita vontade de fazer, mas vi que eram muitas provas e o processo todo era muito confuso. Além disso, pra quem é do nordeste tem que ir até Recife(longe), e o exame todo dura mais de uma semana pq eles corrigem as provas e só depois tem a entrevista, então tem como vc me contar mais sobre a sua experiência? Por exemplo, o que eles mais consideram no momento da entrevista e se eu posso me inscrever mais de uma vez.
    AH, uma última coisa. Andei dando uma olhada nas edições passadas e os aprovados sempre são dos eixos humanas-design. Você sabe se eles dão preferência a quem é dessa área(digamos que a procura por exatas é muito grande no japão então eles priorizem os cursos que “sobraram”)?

    muito obrigado 🙂

  • Andresa Santos

    O triste é que quem tem mais de 34 já é considerado velho e não pode ir para o Japão.

  • Ricardo Paulo

    Minha única tristeza é que nos requisitos, pede ótimo rendimento escolar no ensino médio. E meu rendimento não foi tão ótimo assim. Ahh… se pudesse voltar atrás…rsrs

  • Hiro Miyakawa

    Pois é, o pessoal pega muito com isso de idade :/

  • Hiro Miyakawa

    Fala Renan. Valeu pelos elogios cara 🙂

    Não sei te falar sobre como é o processo, mas sei que é pesado sim. Como tá no texto, tu tem que saber cálculo, a prova não será em português, etc.
    E sim, precisa de uma disposição maior tanto de tempo e financeiro para fazer. É um dos motivos para a galera ir mais para o pós.
    Pode se inscrever mais de uma vez, contanto que esteja seguindo a exigência (limite de idade, por exemplo).
    Na entrevista (de novo, para pós) o pessoal pega mais no pé para saber a sua maturidade de conseguir viver no Japão sozinho e a qualidade do seu projeto.

    Sobre a área, normalmente os japas gostam de exatas. Então acredito que seja por causa dos resultados mesmo.

    A gente vai fazer uma entrevista com um amigo que está lá fazendo mestrado. Se inscreve no mailing do Kotobá para acompanhar 🙂

  • Renan Mendes

    Já vi N pessoas dizendo que a principal coisa é ir bem na prova deles, lá no mex. Eu tive algumas notas mais ou menos no EM(passei com 6,0 fechado em matemática 4, por exemplo) mas no final das contas terminei com média do em inteiro em torno de 8,5~8,9(nem lembro) e não vou fazer a prova pq é longe demais pra mim.

    Então se vc mora numa cidade próxima ou sua cidade tem consulado, vá lá e se garanta ;). Estude pras provas deles e dê o seu melhor. Tem muita gente passando de 3ª tentativa.
    Lembrando que inglê e/ou japonês são o que jogam sua nota pra cima e matemática/ciências geralmente jogam sua nota pra baixo. Então tenta ir ok em ciências(caso tenha quim, fis., ou biologia) e tenta fechar inglês/japonês.

  • Renan Mendes

    Só pra graduação e pra essa bolsa especificamente. Para aplicação direta com a universidade ou outras bolsas(dificilmente cobrindo tanto $$) quanto essa, acho impossível de haver esse tipo de coisa.

    Qualquer coisa faz uma graduação do que vc goste no Brasil e tenta pós no japão.

  • Ricardo Paulo

    Hai… Tipo, minhas notas foram quase dessa mesma forma, então parece que nem tudo está perdido. O problema é também a distância, moro longe do consulado, em Fortaleza. Pensar talvez para uma pós-graduação. Valeu, obrigadão.

  • Tenho 21 anos e estudo japonês, estudo há 5 meses, gostaria de saber se tem alguma coisa que eu possa tentar fazer

  • LucasAJ

    Depende do que você gostaria de fazer. A tua idade permite que você se aplique a mais de uma bolsa de estudo! Conselho de ouro: continue estudando que é fundamental!

  • Marcia

    Eu tenho 13 anos e estou no 8° ano, quero fazer o 9° ano no Japão…E eu não tenho como pagar… Por favor me diz que tem bolsa , até porque 9° ano e considerado ensino médio , me diz que tem bolsa … Eu passo meu dia inteiro procurando ee vcs n sabem o quanto eu choro quando não acho resultados… Me ajudem por favor

  • Melquias Passos

    Gente
    Vou fazer o terceiro ano do ensino médio
    E queria saber se existe alguma forma de estudar no Japão ou terei mesmo que esperar por outro ano???

  • Esse ano provavelmente não rola mais, é uma vez por ano. Dá uma olhada quando vai abrir as bolsas para graduação ou curso técnico no próximo ano (se não me engano esse ano foi julho). A janela de inscrição é bastante pequena, como a maioria dos editais são, então tem que ficar bastante atento mesmo. Boa sorte!