Fale como um japonês nativo

Manual de etiqueta japonesa 101: Aizuchi (相槌)


Estudar japonês me fez entrar em contato profundo com a cultura japonesa e entre tanta coisa interessante, algumas me chamaram a atenção e me encantam toda vez que falo sobre elas. Hoje vim falar de uma simples forma de se comportar do japonês nas conversas que por mais que me deixe muito intrigado, incomoda muita gente. Em outras palavras, vamos conversar sobre etiqueta.

O que é Aizuchi 【相槌】?

Aizuchi é a forma que o japonês usa para mostrar que esta prestando atenção e acompanhando o que você esta falando. Através de algumas pequenas palavras e gestos como “hmm”, “saquei”, “entendo” e “uh-hu”, o japonês passa a informação para o outro que ele esta dedicando sua atenção à conversa e não a qualquer outro estimulo. Aprender o aizuchi é extremamente importante para se tornar fluente na língua japonesa, mas infelizmente comummente ignorada por muitos professores. É bem comum ver japoneses perguntando a estrangeiros se eles estão acompanhando a conversa ou até mesmo prestando atenção se eles não retribuem a etiqueta japonesa.

Como funciona.

Na língua portuguesa somos acostumados a escutar e esperar nossa vez de falar em silencio na medida em que mostramos nossas expressões de surpresa, alegria ou tristeza de acordo com o conteúdo da conversa e normalmente no final da fala do outro entramos com comentários como “sério?”, “verdade” ou “é mesmo”, no entanto, no idioma da terra do sol nascente funciona diferente. Para mostrar o interesse, os japoneses costumam a introduzir no meio das frases dos outros essas pequenas palavras, aproveitando as pausas na construção das frases. Normalmente isso causa um incomodo muito grande para aqueles que falam línguas como o português, o inglês e o espanhol, já que introduzir pequenas palavras no meio das frases dos outros pode ser visto como rude e mal educado, mas no Japão a falta pode ser vista como desrespeitoso.

Então, (sim) to (entendo) te (saquei) abandonando (serio??????)

Afinal, o que dizer?

Agora você já ta sabendo o que é e como eles funcionam, assim como sua importância na hora de conversar, mas borá ver quais são essas palavrinhas misteriosas.

  • あ  Ah!
  • へえ(hee) – Sério?!
  • はい(hai) – Sim (Formal)
  • ええ (ee) – Correto; certo (Formal)
  • うん(un) – sim sim; Uh-huh
  • ふ~ん (huun) Huh; Hmm
  • そうですか (soudesuka) – Entendo; Então é mesmo? (Formal)
  • そっか (sokka) – saquei; é mesmo?
  • そうですよね (soudesuyone) – Isso mesmo, huh? (Formal)
  • そうだよね (soudayone) – é mesmo, huh?
  • そうですね (soudesune) – Vejo que sim; Isso mesmo.
  • そうだね (soudane) – saquei; é mesmo.
  • そうなんですか (sounandesuka) – Hm vejo que sim; É isso mesmo? (Formal)
  • そうなんだ (sounanda) – saquei; é mesmo?
  • ほんと(う)(に) [honto(u)(ni)] – Sério?; Serio mesmo?!
  • なるほど(ね) [naruhodo(ne)] – saquei; bem isso; é isso mesmo…

Como vocês podem ver, algumas delas são formais e outras nem tanto, logo se deve tomar um cuidado para não parecer rude na hora errada. Por exemplo, “hai” e “un” são as traduções literais do nosso bom e velho “sim”, e de fato são sinônimos, mas não são usados na mesma conversa. Se você esta conversando com um amigo você vai usar o “un”, mas caso você esteja falando com algum chefe ou idoso você deve usar “hai”.

loop infinito

Extra:

Alem dessas palavras que você aprendeu hoje, é bom você saber que acenar com a cabeça e o movimento de se agachar em reverencia também são comummente usados, assim como a repetição. Às vezes uma simples repetição com tons de surpresa ou entendimento de uma palavra chave na fala de alguém pode ser visto como um bom uso do aizuchi. Uma dica, mesmo que você esteja falando em inglês ou português com um japonês, é bom usar um pouco do aizuchi para que a conversa flua melhor.

Papo bom arretado! hahahaha

Agora fechou, ta pronto pra ser educado e mostrar pros nossos amigos japoneses que você ta prestando atenção e acompanhando a conversa no idioma deles. O que você achou do manual de etiqueta? Vai usar a partir de agora? Deixa tua opinião nos comentários pra eu ficar sabendo um pouco sobre você.

Parabéns! Ao ler esse texto, você acaba de aumentar 1 nível de expressões na sua fluência 🙂
Expressão
100%

Banner mailing site

Psicólogo de formação, Já morou em Argentina e Chile mas foi na cultura Japonesa que se apaixonou. Co-fundador do canal culinário e cultural, Japa na Chapa. Tem como autor favorito da literatura japonesa Yasunari Kawabata.