Fale como um japonês nativo

Kanji e a receita dos radicais


E aqui estou eu novamente para falar sobre o assunto mais temido entre os estudantes de japonês. Da ultima vez, contei um pouco sobre a historia dos kanjis, sua grande importância para a língua japonesa, as suas classificações, as suas leituras e ainda dei dicas para estudar melhor esses belos ideogramas.

E ai você pergunta, ainda tem mais? Tem sim, mas eu garanto que o que tenho pra te dizer vai te ajudar muito com teus estudos, agora e sempre.

Imagina ter que entender todos esses kanjis!?

 

Ingredientes.

Toda boa receita conta com bons ingredientes, e nada melhor do que conhecer eles antes de cozinhar. No caso dos kanjis temos como ingrediente principal os radicais, também conhecidos como 【ぶしゅ】. Se você ainda não ouviu falar deles, com certeza já reparou na semelhança que existe entre alguns kanjis. Pois bem, ai que está o segredo meu caro amigo curioso. Atualmente existe uma lista de 214 radicais que compõem 2136 kanjis reconhecidos pelo ministério da educação do Japão.

Mas a final de contas, esses radicais são como? Vou ter que decorar eles também?

Muitos dos kanjis que vemos no japonês são “construções”.  Ideogramas formados por outros ideogramas, em outras palavras, kanjis formando kanjis, radicais formando kanjis.

Vejam os seguintes kanjis:

言 話 語

Conseguem reparar na semelhança? Pra quem não sabe, 【言】 significa “dizer”,  【話】 conversar e 【語】 significa “idioma”. Podemos ver que koto 【言】, que também compõem a palavra kotoba 【言葉】 ;), é visto repetidamente nos outros kanjis como radical e tem seu significado associado ao conceito de “palavra”.  Aposto também que muitos de vocês devem ter reparado que no ideograma go 【語】 tem mais de um radical, alem do 【言】 podemos ver o kanji do numero 5 【五】 e o kanji de boca, kuchi 【口】. Ficando interessante, né? Continua comigo que ainda vai ficar melhor e mais fácil aprender kanji.

Veja também:  Qual o certo, NIHON ou NIPPON?

Posições

Talvez você também tenha reparado que o radical 言 está posicionado do lado esquerdo dos outros kanjis, mas isso não é algo que se aplica a todos os radicais e suas construções. Existem sete posições aonde podemos encontrar os kanjis.

【へん】 (hen) radical left position へん Radicais na parte esquerda do kanji
【つくり】 (tsukuri) radical right position つくり Radicais à direita.
【かんむり】 (kanmuri) radical top position かんむり Radicais no topo.
【あし】 (ashi) radical bottom position あし Radicais na parte inferior.
【かまえ】 (kamae) radical enclosed position くにがまえ
radical enclosed position ぎょうがまえ
radical enclosed position けいがまえ
radical enclosed position はこがまえ
radical enclosed position つつみがまえ
radical enclosed position きがまえ
radical enclosed position もんがまえ
Radicais que envolvem os kanjis
【たれ】 (tare) radical top-left position たれ Radicais “pendurados”
【にょう】 (nyou) radical bottom-left position にょう Radicais que se envolvem na parte inferior do kanji

Agora não deixei a mecanização pegar vocês. Só porque é comum ver um radical na parte esquerda do kanji, não quer dizer que ele só apareça naquela posição. Ele pode ser visto em outros locais do caractere.

Exemplos:

 

Nos estudos.

Agora que você conhece os ingredientes para um bom kanji, vamos cozinhar? Aqui vai o segredo de como podemos usar este novo conhecimento para melhorar nossos estudos.

Fácil. Primeiro a ser feito é entender que construções são feitas de partes individuais com significados individuais, mas que juntos formam algo novo, mas claro que o resultado final pode ter influencia dos seus componentes.

Eu sei que escrever kanjis complicados e bonitos é legal e satisfatório, mas às vezes pensar “simples” é o melhor caminho. Imagina que para construir um prédio você precisa construir a base. Então começa pelos kanjis mais simples, normalmente eles são radicais de outros ideogramas e vão aparecer em vários kanjis que você ainda tem para estudar.

Exemplo:

鯏 あさり   鰻 うなぎ   鮭 さけ   鯨 くじら   鯉 こい

De cabeça, não faço ideia que kanjis são esses (e a grande maioria dos japoneses também não!) mas por utilizar o kanji Sakana: Peixe】como radical, posso supor que são ligados ao peixe. De fato, começando pela esquerda são:  amêijoas, enguia, salmão, baleia e carpa.

Afinal, você prefere conhecer os caracteres simples e quando aparece um kanji complicado ele se torna mais familiar e de fácil assimilação por causa do teu conhecimento dos radicais, ou você prefere ver um kanji e não fazer ideia do que ta acontecendo?

Veja também:  23 Costumes do Ano Novo no Japão que Você Não Fazia Ideia - O Guia Completo

PS: A primeira imagem desse texto com vários kanjis na verdade são todos de peixe (ou ligado ao mar) e você viu alguns exemplos agora. No Japão, alguns restaurantes de sushis gostam de utilizar isso como arte tradicional e decorar na parede ou até encontrar 湯呑Yunomi: copo japonês para beber chá】com essa decoração e é super estiloso.

Extra: Como utilizar na vida real?

Talvez você não saiba, mas nem mesmo os japoneses conseguem decorar tantos ideogramas e suas leituras. São milhares de combinações e significados, mas eles têm um segredo: os radicais. É comum se deparar com caracteres que tenham uma leitura desconhecida, mas ao conhecer a estrutura e os pequenos significados com uma pitada de interpretação passamos a entender o que está por traz daquele monstro de kanji.

No entanto quero te ajudar mais ainda. Acredito que você em algum momento dos seus estudos já deve ter passado por uma situação na qual você viu um kanji escrito, mas não tinha como “copiar e colar” no tradutor ou no dicionário, não é? Imaginemos a seguinte situação, você está andando pelas belas ruas de Tóquio em 2020 nas próximas olimpíadas e viu um kanji que você não entende, mas conseguiu reconhecer um radical e sua leitura, você pode pesquisar em seu dicionário! Seja um livro ou no app do celular, e assim você vai chegar ao seu significado. Ou se você conhecer outro kanji com o mesmo radical, você pode pesquisar no seu dicionário e decompor o kanji para ver a leitura dos radicais e assim encontrar o novo ideograma que você quer conhecer.

E ai, o que achou da nossa receita para um bom kanji? Qual a tua receita? Deixa nos comentários os ingredientes e dicas que você usa para preparar um bom ideograma japonês.

Veja também:  Kanji para iniciante

Gostou? Então compartilhe e ajude esse texto a chegar em mais pessoas. Fará uma GRANDE diferença para a gente do Kotobá!

Aproveita a seção de comentários para continuar o papo!

 

Parabéns! Ao ler esse texto, você acaba de aumentar 1 nível de conhecimento 🙂
Kanji
100%

Torne-se Kotobá VIP e receba conteúdo e notícias em primeira mão!


 

Psicólogo de formação, Já morou em Argentina e Chile mas foi na cultura Japonesa que se apaixonou. Co-fundador do canal culinário e cultural, Japa na Chapa. Tem como autor favorito da literatura japonesa Yasunari Kawabata.