A vida no Japão

O que é Setsubun? A data comemorativa no Japão para derrotar os males com soja


Setsubun, a data comemorativa no Japão, é um dos mais cultural e popular no cotidiano japonês. É o dia que separa o inverno da primavera, marcando o início do mesmo. Por ser uma data de mudança do clima e podendo causar adoecimentos, os japoneses acreditavam desde que poderia ser causado por oni e os espantavam com sojas gritando “Oni para fora! Boa sorte para dentro!”. 

Quando tinha oito anos de idade fiz uma gororoba com tudo o que tinha ao meu redor feito de soja. Juntei um punhado de arroz, natto, shoyu, tofu, missoshiru e tudo que há de bom, e criei esse essa mistureba power-soy-mix. Apesar da aparente repulsa que isso deve causar em você, tava até gostosinho. Por que eu fiz uma comida dessa, será que tenho um paladar… digamos… diferente? Talvez, até porque virou a minha modinha da época, mas tinha um impulso maior.

Dia 4 de fevereiro é a data que vai aparecer soja no almoço da escola. Essa é uma data comemorativa no Japão, chamada Setsubun 【節分】. Simplificando, é a data que os japoneses se munem com grãos de soja das diversas formas possíveis e vão à rua caçar demônios (ou goblins) chamados de oni【鬼】.

Brincadeiras a parte, essa é uma das histórias folclóricas que contam desde pequeno.

Explicando mais a fundo

A história é simples. Nesta data do ano, dizem que os onis estão a solta, e eles trazem doenças, má sorte, tudo de ruim que você pode imaginar. O pessoal pega um punhado de soja e joga dentro de casa e ao redor da casa, gritando a frase mágica “oni wa soto, fuku wa uchi”【鬼は外、福は内】para espantar os males.

“Aveeeeee Feniiiiiiiiiiix!”

Por isso, pra manter a saúde e boas vibes por dentro, eles comem comida com soja. Segundo o costume, o certo é comer a quantidade de grãos de soja igual a sua idade para ficar com um ótimo estado de saúde. Deve ser algo na linha do nosso pular as ondinhas no réveillon.

Veja também:  Encontrando o trabalho certo no Japão | EP10 - Kotobá Nihongo Podcast

Mas não são só as sojas que espantam os onis. Para não sobrar dúvida de que a proteção está 100%, os japoneses têm o costume de colocar na frente da casa um amuleto de proteção com este da foto. O amuleto do shougatsu é feita da planta hiiragi 【柊】 com essa folha pontuda são plantadas no Japão como proteção e acrescenta a cabeça de uma sardinha. Não é bruxaria, fique tranquila! 

Cuidado que pode espantar até os vizinhos!

A origem

A data do Setsubun costuma ser no dia 3 de fevereiro, mas isso não é a toa. É um dia antes do Risshun 【立春】que é a data que começa a primavera. Desde os tempos antigos, os japoneses acreditaram que na mudança entre as estações surgiam as energias das trevas, os onis. Não é tão estranho de se pensar, já que quando se muda o tempo é normal das pessoas adoecerem.

Segundo o livro de registro do imperador a era Heian (794 a 1185) 【平安】, Shoku Nihonki 【続日本記】, este costume vem desde o ano 706 quando era utilizado “galho de pêssego”, que posteriormente mudou para grãos de soja. É interessante notar que o pêssego tem um simbolo de derrotar os males, haja vista a famosa fábula de Momotarou 【桃太郎】, que é o menino nascido do pêssego e derrotou os onis.

Hoje em dia, nessa época, já é fácil avistar nas prateleiras das lojas sojas com uma máscara de oní. Como foi comigo quando criança, é comum nas escolas e jardins de infância serem realizadas atividades culturais do setsubun para não passar esta data em branco.

Carnaval kids no Japão

Comidas

Como dito anteriormente, dá sim para passar esta data do ano com mais saúde, principalmente para os adultos.

Veja também:  Hospital no Japão: Como explicar e receber orientações médicas | EP09 Kotobá Nihongo Podcast

Dá sim para ir além do leite de soja, meu camarada. É só preparar algumas comidas a base de soja. Não tenha preconceito. Para você que não costuma comer, aqui são algumas tradicionais do Japão (que fiz questão de comer todos juntos quando criança haha).

missohiru sopa de soja

Missoshiru 【味噌汁】

Não sei porque o google insiste em dizer “missoshiro”. Dá uma agonia ver assim no cardápio dos restaurantes… mas enfim. É um dos pratos mais tradicionais do Japão e é comum comer até no café da manhã. Simplesmente uma sopa a base de soja, e coloca uma cebolinho (oi, Mônica), toufu. Quando puder, recomendo colocar algas e cogumelos também.

Se quiser saber como preparar, dá uma olhada neste vídeo 🙂

natto

Nattou 【納豆】

Esse daqui talvez seja mais esquisito para você. Até alguns japoneses não gostam. Contudo, é uma das comidas japoneses mais saborosas para mim! Trata-se de uma soja fermentada. Ei, sem cara feia. Você não faz isso quando vai comer um pedacinho de gorgonzola. Mais amor para os fungos. Mas admito que a reação das crianças ao comer natto neste vídeo é bastante hilária.

Como já tá feito o preparo, é só misturar bem com shoyu e comer com arroz branco.

toufu

Toufu 【豆腐】

Esse daqui é o mais famoso entre os brasileiros. O “queijo de soja”. Sei que é para ser didático, mas odeio essa nomenclatura porque chegaram a colocar queijo coalho nos missoshiru…

Normalmente é servido com outros cozidos como missoshiru, mas dá sim para comer sozinho. Pegar um toufu geladinho com gengibre ralado e com shoyu… hmm…. bem-vindo ao Japão tradicional.

Extra: faça você também a máscara de oní

Bora brincar no setsubun tambem? Para te ajudar a entrar nesse clima, encontrei alguns links de máscaras para você imprimir o PDF e fazer a mágica! Tem essa opção 1 e opção 2. (São duas diferentes, veja a que mais gostou). Para quem preferir só imprimir o chifre, tem essa opção 3 também. Não se preocupe que o chifre no Japão não tem o mesmo significado do Brasil 😛

AVISO: O ministério de saúde adverte para não comer nada a base de soja enquanto utilizar a máscara de oni.

O que achou dessa data comemorativa no Japão? Comenta aqui pra conversamos mais sobre isso.

Parabéns! Ao ler esse texto, você acaba de aumentar 1 nível de conhecimento 🙂

Cultura
100%

Gostou? Junte-se a mais de 1100 pessoas inteligentes e receba atualizações de artigos e dicas imperdíveis para melhorar a sua fluência no japonês!

 

Ah, compartilhe e ajude este artigo chegar às outras pessoas. Fará uma GRANDE diferença para a gente do Kotobá. Arigatou 🙂

Nipobrasileiro arretado de Recife. Fundador do Kotobá – Japonês Simples! Acredita que a mudança vem pelo empoderamento das pessoas. Gosta de café, livros e passear de skate.