História do Japão

As influencias do Zen budismo no japonês e para os japoneses


As fronteiras que separam as culturas e as religiões são tênues. As influências do Zen budismo japonês são vistas no idioma, assim como nos pequenos detalhes do dia a dia.

Para ser bem sincero não conheço nenhum país que não tenha religião. Em toda pequena vila que tenho visitado ou que eu tenha lido sobre, sempre tem algum tipo de crença. No Japão não seria diferente, né?

Sempre gostei muito de estudar e conhecer sobre crenças diferentes da minha. Sejam elas do ocidente, como as que vem do oriente. Quando comecei a estudar japonês, me deparei com diversas religiões da terra do sol nascente. Embora constantemente eu percebia uma forte tendência ao pensamento do Zen. Nos livros que eu lia, na história do Japão, na arquitetura e no idioma!

Mas o que é o Zen?

Baixe gratuitamente o ebook Lista Completa de Kanji JLPT N5

Zen budismo Japonês 【禅】

O Zen nasceu no séc. VII na China como uma ramificação do ramo mahayana. Com forte influência do pensamento budista e do taoísmo. Ele foi introduzido no Japão por volta do ano 1191 e logo foi absorvido por diversos grupos. Os samurais são um bom exemplo. Logo o Zen começou a se expandir e se consolidar nos templos, nas casas e no governo.

O circulo representa o vazio.

Língua japonesa

Mas Lucas, qual é a influência do Zen na língua japonesa? Ela é vasta meu caro amigo. O primeiro toque do Zen pode ser visto na caligrafia. O kanji passa a seguir um padrão de estética que reflete o pensamento Zen. Já parou pra pensar que Zen não é nem sequer o nome original que originou a religião? Mas mesmo assim, a palavra está tão atrelada ao japonês que a separação não é mais possível.

Veja também:  [Download Grátis] Kanji JLPT N4 | Lista Completa em PDF
A caligrafia poética que você conhece também vem do zen!

〜と思います

Para os estudantes iniciantes talvez este quesito não seja tão visível. No entanto, acredito que para os intermediários e avançados já deve ser mais presente. Omoimasu  【思います】, em japonês quer dizer “acho”. Vou citar dois exemplos pra vocês:

 Acho a sakura-san bonita               さくらさんは きれいだと 思いうます

Acho o novo filme engraçado         新しい 映画は 面白いと 思います

Como vocês podem ver, o verbo “achar” transparece a opinião pessoal de quem fala. Agora, o que isso tem a ver com o Zen? No Brasil, é comum as pessoas assistirem um filme e falarem: “o filme é muito bom” ou “A sakura é muito linda”. Isso implica em afirmar uma condição e não em opinar. O Zen vem pra propor que você tem em você a possibilidade de opinar o que você quiser, mas não de impor a ideia ao outro.

どう思います?

Pensamento temporal

Assim como na forma de opinar, o japonês tem uma linea não muito forte para definir o presente o passado e o futuro. Em muitas ocasiões, diferenciar o presente do futuro é apenas uma questão de contexto. Pois você sabe que aquela ação ainda não aconteceu. E você já percebeu como o “gerúndio” e o “passado” tem regras parecidas?

Agora estou almoçando     今、昼ごはんを食べて

Almocei ontem                昨日、昼ごはんを食べた

O Zen acredita na vida no “aqui e agora”. Um pensamento que prioriza o estado presente do ser. Muitos estudiosos e filósofos japoneses, dizem que a forma do passado no japonês é um indicativo de lembrança. É expressar o que permanece no presente sobre algo que aconteceu no passado. A memória não será necessariamente igual ao acontecido. Aí voltamos ao “omoimasu”, acho que foi bom.

Se você quiser saber um pouco mais sobre como funciona a construção do pensamento japonês e dos verbos, da uma sacada nesse texto. É só clicar aqui.

Guia básico para dominar o mundo dos verbos em japonês!

Gesticulações

Pode parecer sutil a influência no idioma, mas entre sutilezas temos uma grande massa. Já falei mencionei rapidamente em outros textos esta questão. Faz parte de “falar japonês” entender as gesticulações e usá-las. Elas contam e comunicam pensamentos e posições.

Veja também:  [Download Grátis] Kanji do JLPT N5 - Lista completa em PDF

Uma posição comum que podemos ver em animes, mangas, filmes, doramas, artes marciais e no cotidiano é o Zazen. Sentar com as pernas cruzadas ou com os joelhos no chão, pode ser um ato extremamente religioso e significativo ou simplesmente sentar em algumas casas.

Então eu penso… Quando é que a religião simplesmente se fundiu com os costumes?

A importância da religião na cultura e no país. Olha ai o primeiro ministro!

Extra – Cerimônia do Chá

Talvez você não saiba, mas a cerimônia do Chá japonês é praticamente um compilado das crenças Zen. Desde o momento em que você entra, até o instante em que você sai. Mas entre todas as referencias ao Zen, me sinto na obrigação de destacar uma delas. Em casa tradicionais, com arquitetura tradicional, as portas costumavam ser de um metro de altura. Até mesmo para os imperadores. Que era para mostrar que existencialmente, todos estavam na mesma posição, ninguém é maior do que ninguém.

Nem todos gostam, mas chá japonês é bom viu!

E ai, o que você acha da influencia do Zen no Japonês? Se tem alguma influencia que você conhece e eu não contemplei no texto, me conta lá nos comentários!

Parabéns! Ao ler esse texto, você acaba de aumentar 1 nível de cultura 🙂

Proficiência
100%

Gostou? Junte-se a mais de 1500 estudantes inteligentes de japonês e receba atualizações de artigos e dicas imperdíveis para melhorar a sua fluência no japonês!

 

Ah, compartilhe e ajude este artigo chegar às outras pessoas. Fará uma GRANDE diferença para mim. Arigatou 🙂

 

  • Leonardo Jahn

    Belo texto.
    Tenho que acrescentar que o círculo Ensō (円相) é um conceito lindo.

    A ideia de uma só pincelada perfeita. O início e também o fim. O tudo e o nada. A iluminação!
    O faixa branca que luta para se tornar preta, e ao chegar na preta entende que esse é o início.

  • LucasAJ

    É realmente muito belo o circulo Ensō (円相), Leonardo.

    A simbologia que ele carrega é muito interessante. E a importância dele pro Zen é altíssima.
    Ele pode ser visto na oitava etapa da historia dos “10 touros” (十牛), representando o vazio e o encontro com o todo.

  • Leonardo Jahn

    Gostei da citação dos 10 touros. Onde recomenda que eu leia mais sobre isso, ou até veja na integra essa história e histórias de relevância e teor semelhante?

  • LucasAJ

    Que bom que você gostou Leonardo. A historia em si são pequenos poemas e frases. Tem alguns lugares que os monges escrevem opiniões e comentários para ajudar as pessoas que estão lendo a interpretarem os sentidos. Na própria wikipedia você pode achar os escritos com algumas ilustrações.

    Em japonês: https://ja.wikipedia.org/wiki/%E5%8D%81%E7%89%9B%E5%9B%B3
    Em inglês: https://en.wikipedia.org/wiki/Ten_Bulls
    Em espanhol com comentários: http://www.edu.mec.gub.uy/biblioteca_digital/libros/k/Kakuan%20-%20Diez%20toros.pdf

    Infelizmente não consegui nenhum material interessante em português =(